Especialista associa surto de febre amarela em Minas Gerais com tragédia em Mariana 

O sanitarista Paulo Sallum afirma que existe uma correlação muito grande do surto de febre amarela com a tragédia em Mariana, por conta do desiquilíbrio ecológico que ocorreu com a queda da barragem. Segundo o especialista, a não degradação do meio ambiente e a vacina são os melhores métodos para a prevenção. 

  • Espalhe por aí:

Últimos vídeos

Todos os vídeos
Video_box_small.ico
Video_box_small.ico
Video_box_small.ico
Video_box_small.ico
Video_box_small.ico
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!