Depois de 4 anos sem uma solução processo de suicídio mal explicado é arquivado, família luta pela verdade

Suzy e Carlos foram casados por três anos e tiveram uma filha. Eles estavam separados há cinco meses quando Suzy foi encontrada morta dentro de casa, em Tabatinga, no interior de São Paulo. O caso foi registrado como suicídio, mas a família de Suzy não acredita que ela tenha se matado. As fotos da perícia mostram que a vítima estava com os pés encostados no chão e que poderia ficar de pé para evitar o suposto enforcamento, o que reforça a teoria dos parentes de que a cena foi montada. Além disso, foi encontrado sangue de uma outra pessoa no local do crime. Mas, apesar disso, o caso foi arquivado por falta de provas. A família luta para reabrir o caso e acredita que Suzy foi assassinada e o principal suspeito é o ex-marido Carlos.

  • Espalhe por aí:

Últimos vídeos

Todos os vídeos
Video_box_small.ico
Video_box_small.ico
Video_box_small.ico
Video_box_small.ico
Video_box_small.ico
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!
Access log
Access log