PF desvenda esquema criminoso na escolha do Rio como sede das Olimpíadas

Mais um escândalo de corrupção envolvendo o ex-governador do Rio, Sérgio Cabral. A força tarefa da Lava Jato desvendou um esquema criminoso na escolha do Rio como sede das Olimpíadas de 2016. Entre os envolvidos, o presidente do Comitê Olímpico do Brasil, Carlos Arthur Nuzman. A vitória teria custado o equivalente de R$ 6 milhões em pagamentos de propina.

  • Espalhe por aí:

Últimos vídeos

Todos os vídeos
Video_box_small.ico
Video_box_small.ico
Video_box_small.ico
Video_box_small.ico
Video_box_small.ico
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!
Access log
Access log