Carne Fraca: novos trechos de escutas mostram executivo negociando propina

A Polícia Federal não comentou as críticas feitas pelo Governo Federal sobre a Operação. Amostras de carnes apreendidas nos 21 frigoríficos alvos estão sendo examinadas pela Universidade do Paraná. Já os delegados e técnicos da PF estão analisando o material apreendido e aprofundando a investigação sobre as escutas telefônicas, feitas com a autorização da Justiça. Em uma das gravações, o executivo Roney Santos, que atua em uma das empresas investigadas, pede que um superior faça doações eleitorais para manter um diretor do Ministério da Agricultura em um cargo que ajudava em liberações para a companhia. O executivo foi flagrado ainda combinando com um funcionário como driblar a fiscalização europeia de uma carga de perus que estariam contaminados com bactéria salmonela.

  • Espalhe por aí:

Últimos vídeos

Todos os vídeos
Video_box_small.ico
Video_box_small.ico
Video_box_small.ico
Video_box_small.ico
Video_box_small.ico
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!
Access log
Access log