“Minha filha não será esquecida no cemitério”, diz mãe de Joanna

Pai de Joanna está preso. Habeas corpus de chefe de pediatria que contratou falso médico foi negado. Ainda há dois suspeitos de participação no crime do caso Joanna. Uma está em liberdade e outro foragido. Mas Cristiane Marcenal, mãe da pequena vítima, que morreu por maus tratos, diz que acredita na justiça.

  • Espalhe por aí:

Últimos vídeos

Todos os vídeos
Video_box_small.ico
Video_box_small.ico
Video_box_small.ico
Video_box_small.ico
Video_box_small.ico
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!
Access log
Access log