Presidente do Sindicato dos Servidores do Degase denuncia superlotação e estado de abandono nas unidades

Um vídeo feito por um agente socioeducativo mostra o momento em que menores saem correndo de dentro das galerias para fugirem do fogo que tomou as galerias do Degase (Departamento Geral de Ações Socioeducativas) da Penha. Segundo o presidente do sindicato dos servidores do Degase João Luiz Pereira, o espaço que, por lei federal, deveria ser ocupado por 90 menores, na unidade Educandário Santo Expedito, em Bangu, existem quase 500 internos. Ainda de acordo com ele, outras unidades também estão superlotadas e em um completo estado de abandono e precariedade. 

  • Espalhe por aí:

Últimos vídeos

Todos os vídeos
Video_box_small.ico
Video_box_small.ico
Video_box_small.ico
Video_box_small.ico
Video_box_small.ico
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!
Access log
Access log